O NEEM AJUDANDO OS FAZENDEIROS EM PAÍSES EM  DESENVOLVIMENTO

O pesticida “suave” derivado do Neem está levando progresso  por toda a região onde se planta a árvore do Neem. Substituindo pesticidas químicos de alto custo por extratos crus do Neem economiza-se dinheiro e vidas. Em países em desenvolvimento, estima-se que 500.000 pessoas intoxicadas e até 20.000 morrem anualmente pelo uso de produtos químicos na agricultura. Para proteger suas plantações, a maioria dos lucros desses fazendeiros nos países em desenvolvimento é gasta com esses  pesticidas químicos, produzindo um ciclo que não significa mais alimentos e melhor qualidade de vida, mas uma pobreza contínua, saúde debilitada e degradação do meio ambiente.

Para quebrar este ciclo e melhorar a vida desses fazendeiros, agências como CARE, AID e AFGRO estão  promovendo ativamente a introdução e o uso do Neem no sudeste  da Ásia, na África, no Caribe, na América Central e na América do Sul. Mudas e programas educacionais fornecem aos fazendeiros os meios e os métodos para se obter um produto barato, seguro e eficaz que proteja suas plantações contra mais de 200 tipos de pragas, inclusive o gafanhoto do deserto.

Fazendeiros no México e no Haiti e pastores na Austrália começaram a trocar os inseticidas químicos por simples pulverizações à base de Neem. Isto permitiu aos fazendeiros exportar mangas e outras frutas para os EUA, sem os resíduos químicos que geralmente barravam suas cargas nos postos de inspeção. Pulverizações feitas a base do Neem tem, da mesma forma, permitido aos pastores na Austrália produzirem uma lã livre de pesticidas que está sendo vendida a compradores europeus com ágios elevados acima dos padrões de lãs impregnadas de pesticidas químicos.

ARMAZENAGEM DE ALIMENTOS

Nas regiões tropicais, grande parte dos alimentos colhidos são perdidos em armazenamentos.  O Neem  oferece aos fazendeiros uma alternativa barata na troca de pesticidas químicos por derivados do Neem. Uma leve camada de óleo do Neem protege o armazenamento de alimentos de todos os tipos de infestações por mais de 20 meses, sem deterioração ou probabilidade de perda do sabor.

BACTÉRIA

O biopesticida de mais sucesso até o momento é o Bacillos Thuringienses (b.t.) existem 25 tipos de b.t. sendo usado contra pragas. Eles produzem várias toxinas inseticidas, tais como: exoand, endotoxins, que são responsáveis pela morte de insetos que penetram em seus corpos. Aproximadamente 525 insetos de vários tipos foram encontrados infectados pelo b.t.. Muitos produtos comerciais do b.t. foram fabricados por aproximadamente 12 empresas em cinco países e são denominados: Thuricide, Bacthne, Bactospen etc.. Essas fórmulas são excelentes no controle da peste da couve, tais como Diamond back moth (traça) e a larva da borboleta (peirid). O controle com sucesso, da lagarta Eliothis do algodão e do milho, broca européia do milho, larva do chifre do tabaco e lagarta do castanheiro da Índia, foram relatados nos últimos anos.

MELHORAMENTO DO SOLO - A TORTA DO NEEM

Depois da extração do óleo do miolo das sementes, o material restante é chamado de "torta do Neem". Este material tem sido usado por séculos por toda a Índia como um adubo para o solo. Experiências tem  ensinado aos fazendeiros  naquele país que adubando o solo de um jardim com a "torta do Neem", são produzidas plantas maiores e mais saudáveis, com poucos problemas de pragas.

Vários estudos foram realizados para descobrir porque plantas crescem melhor em solos adubados com a "torta do Neem". Os estudos descobriram que a torta  era mais rica em nutrientes vegetais do que  o esterco, eliminava  "nematóides",  aumentava a população de minhocas, ajuda a manter o nitrogênio no solo disponível para as plantas, e oferece proteção significativa às plantas  contra os insetos. Esta combinação  de efeitos oferece uma condição praticamente ideal de crescimento .

Ao eliminar os "nematóides" do solo, a principal praga das plantas é eliminada. Os nematódeos sugam líquidos das raízes  a tal ponto que elas se tornam incapazes de suprir a planta com nutrientes. As plantas ficam com uma aparência doentia, param de crescer e podem eventualmente vir  a morrer, apesar de estarem recebendo nutrientes adequados , água e cuidados. Por outro lado, ao promover o aumento na população  de minhocas a "torta do Neem" ajuda a manter o solo solto de tal forma que a água e os nutrientes possam ser absorvidos pelas raízes com mais facilidade. As minhocas também enriquecem o solo ao criarem prontamente nutrientes absorvíveis, já que se alimentam de vegetais em decomposição. A "torta do Neem"também reduz  o índice de nitrificação do solo ao eliminar as bactérias nitrificantes tais como "nitrosomonas" e as nitrobacteriáceas. Isto reduz a necessidade da aplicação de nutrientes externos. Alguns estudos mostraram que misturando-se a "torta do Neem"com aplicações de esterco regularmente pode praticamente dobrar a produção da colheita em comparação com o uso apenas do esterco.

NEEM: UM BIOPESTICIDA

O Neem, juntamente com seus produtos, é um pesticida altamente eficiente e ecológico.

Os biopesticidas produzidos do Neem são de grande importância eficácia e comercialmente viáveis, tendo em vista que são baratos, possuem efeitos a longo prazo, não poluem e não são nocivos a saúde humana. Agente biopesticidas estão disponíveis em abundância na natureza.

É eficaz como biopesticida no:

· Controle do crescimento do arroz.

· Controle de fungos nocivos do arroz.

· Controle da “mancha marrom” do arroz.

· Controle da bactéria que faz secar as folhas.

· Controle do caruncho que afeta o coqueiro.

· Controle das doenças de hortaliças.

· Controle do caruncho do gengibre.

· Controle patogênico de bactérias em plantas.

· Controle patogênico de solo para o cultivo do gengibre

· Controle de doenças viróticas em plantas e plantações de hortaliças.

Controle do vírus mosaico da pimenta usando produtos vegetais

· O Neem  acrescentado aos inseticidas sintéticos são usados no controle do “bullworm”  do algodão.

· O Neem é eficaz em insetos que atacam o algodão, a vargem e o arroz

· O óleo do Neem preserva as folhas do algodão.

· Combate a lagarta  do cartucho do milho

· Controle dos insetos que atacam o Kail chinês.

· Controle de fungos que atacam o amendoim.

· Controle da descamação da batata.

Controle do vírus mosaico do pepino que afeta o tabaco e o “chilli plant”.

OS EFEITOS DE NEEM NO CONTROLE DE INSETOS

 

Vermes: A folha seca moída, adicionada ao sal ou à RAÇÃO DO GADO, combate o verme e evita a mosca do chifre.

Mosca do chifre: o Azadirachta (Princípio ativo do Neem) atravessa o canal digestivo do ruminante e lá permanece tempo suficiente para que as moscas do chifre não se desenvolvam no estrume.

Como cicatrizante: A folha verde triturada ou esmagada, esfregando-a no ferimento exposto do animal, é excelente cicatrizante.

Blow Flies: o óleo e o extrato da semente do Neem impedem que a blow fly fêmea, Lucilia Sericata,  bote seus ovos em carneiros. No Sri Lanka, o óleo do Neem é esfregado no gado como repelente de insetos.

O Azadirachta também é capaz de exterminar os ovos da mosca Stomoxys Calcltrans.

 

EFEITOS DO NEEM EM INSETOS

 

Os extratos do Neem são conhecidos pôr atuar sobre vários insetos da seguintes maneiras:

- Rompendo ou inibindo o desenvolvimento de ovos e larvas;

- Bloqueando a mudança de pele de larvas e ninfas;

- Rompendo o acasalamento e a comunicação sexual;

- Repelindo larvas em insetos adultos;

- Impedindo a fêmea de botar ovos;

- Esterelizando os adultos;

- Envenenando larvas e adultos;

- Impedindo a alimentação;

 

INSETOS AFETADOS POR PRODUTOS DO NEEM

 

- Mosca branca, mosca minadora, mosca-das-frutas, pulgões, Diabrotica speciosa, traça das crucíferas, lagarta do cartucho, brocas do tomateiro, ácaros fitófagos, trips, cochonilhas, bicho mineiro do cafeeiro, bicho minador do citrus, outros besouros e lagartas, mosca doméstica, barata, pulgas, mosquitos, pernilongos, Aedes aegypt, berne, carrapato, piolhos,

- Grilos, formigas de fogo, gorgulho do arroz  e nematóides (aplicar no solo).

- Doenças de plantas – ferrugem do feijoeiro, Rhizoctonia solani, R. oryzae, Sclerotium rolfsii, Fusarium oxysporum, Phitophtora (murchadeira em tomate e batata).

© Copyright 2005. Planta Neem. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Studiodigital.